Volutabro

novembro 1, 2006

Como fazer um backup dos seus CDs de música

Filed under: música,variedades — by grfilho @ 3:09 pm

Este artigo aborda o processo que eu uso para fazer backup dos meus CDs de música no Windows XP. É um processo trabalhoso mas que no final pode ser interessante caso algum CD seu seja perdido, roubado ou se estrague.

Quando digo backup estou falando da possibilidade de restaurar o CD exatamente como o original sem perda de informação. Esse processo não tem nada a ver com copiar seus CDs para MP3 e depois gravar de novo em CD. Isso não é backup pois quando você grava o CD de volta a partir do MP3 já houve perda de informação. Clonagem de CDs também não é abordada por este artigo.

Começarei mostrando qual hardware e ferramentas eu uso para fazer meus backups, depois falarei detalhadamente de cada passo do processo.

Nota introdutória
Como já foi dito esse processo é trabalhoso e leva tempo. Para fazer um backup de sucesso não é mandatório seguir todos os passos aqui descritos. Use o seu bom senso. 🙂

Que hardware eu preciso?
Para fazer o backup é necessário que você tenha três coisas básicas: hardware, tempo e paciência. O kit básico deve contar com:

  • Computador PC
  • Leitor/gravador de CD
  • Scanner

O scanner não é mandatório, mas um backup que se preze deve considerar tudo, inclusive os booklets (livrinhos) que vêm com os CDs. Fazer um backup dos livrinhos é uma decisão pessoal que deve ser bem pensada pois esta é uma das partes mais trabalhosas.

Que software eu preciso?
Esse é um guia para Windows, então os softwares aqui descritos funcionam nessa plataforma:

O EAC é o software para copiar seus CDs para o computador. Ele possui uma série de funcionalidades avançadas para garantir que a cópia ocorra sem erros mesmo que o CD contenha imperfeições (como riscos). Caso não seja possível obter uma cópia exata, o programa informa o usuário.

O Wavpack é um compressor sem perdas específico para áudio. Ele funciona como o Winzip, só que é específico para áudio e portanto obtém melhor compressão. A finalidade é comprimir as músicas para que ocupem menos espaço no disco rígido sem que haja perdas no conteúdo (como ocorre quando você usa MP3).

Backup do CD
Pra começar primeiro instale o EAC usando o executável fornecido na página de downloads do site. Depois coloque os arquivos obtidos no site do Wavpack no mesmo diretório onde você instalou o EAC.

O próximo passo as opções de leitura do EAC. É meio complicado mas só precisa ser feito uma vez. A versão mais recente do EAC vem com um wizard de configuração que pode ser usado para configurar o software mais facilmente. A configuração detalhada do EAC está fora do escopo deste artigo, mas você pode consultar este guia se não quiser usar o EAC em modo default ou se quiser uma explicação detalhada de todas as opções disponíveis.

Agora precisamos apenas configurar o compressor Wavpack no EAC. Para isso faça o seguinte:

  1. Abra o EAC e coloque um CD no drive.
  2. Clique em EAC menu e selecione Compression Options.
  3. Clique na tab External Compression e selecione o checkbox use external program for compression.
  4. Mude a opção Parameter Passing Scheme para User Defined Encoder.
  5. Mude a opção user file extension para .wv caso ainda não tenha sido feito.
  6. Clique o botão Browse e localize o executável WAVPACK.EXE que você extraiu anteriorment do site do Wavpack.
  7. Desmarque as opções Use CRC check, Add ID3 tag e check for external programs return code.
  8. Na caixa Addtional command line options copie e cole o código abaixo:
    -w "Artist=%a" -w "Title=%t" -w "Album=%g" -w "Year=%y" -w "Track=%n" -w "Genre=%m" -h %s %d

Pronto! O EAC está configurado para copiar o CD e comprimi-lo usando o compressor Wavpack. Agora você pode extrair seus CDs e gravá-los no computador e pode também gravá-los novamente em CD a partir dos arquivos Wavpack sem nenhuma perda do conteúdo original das músicas.

Backup dos livrinhos
Esse passo é opcional e para isso você precisará de um scanner. A idéia é manter a mesma filosofia de compressão sem perdas e usar um formato que suporte essa necessidade como o PNG.

Configure seu scanner para ler em cores com resolução de no mínimo 300dpi e salve os arquivos no formato PNG. Pode ser necessário algum processamento posterior das imagens para se obter um resultado satisfatório. Sugiro o uso da ferramenta Xnview para o tratamento das imagens pois é grátis, fácil de usar e intuitiva.

—————

tags locais: , , , , , , ,
tags technorati: , , , , , , ,
tags del.icio.us: , , , , , , ,
tags wordpress: , , , , , , ,

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: